Geap: Dataprev Pilatos lava as mãos e reajuste de 62,5% deixará trabalhadores ao deus-dará!

A atual direção da Dataprev parece ter por meta entrar para a história das diretorias mais intragáveis, alheias e indiferentes às necessidades dos trabalhadores da empresa.

Aned cobra explicações da Dataprev sobre gastos aparentemente injustificáveis

A diretoria da Aned enviou ofício à direção da Dataprev, em 21 de janeiro último, solicitando explicações acerca de situações que nos causaram, para dizer o mínimo, um certo estranhamento, ainda mais pelo momento que estamos vivendo.

Aned cobra posicionamento da Dataprev após ataques do jornal O Globo

A diretoria da Aned enviou ofício à Dataprev no dia de hoje, 30 de agosto, cobrando um posicionamento da empresa face ao ataque recente desferido pelo jornal O Globo, em editorial do dia 27 de agosto. A Aned acredita que esse posicionamento já deveria ter sido tomado de modo imediato e espontâneo pela direção da empresa, que deveria zelar pela sobrevivência da Dataprev como instituição prestadora de importantes serviços sociais, independente do governo ou da força política a que presta obediência.

No editorial, o jornal conclama os presidenciáveis a um “debate” de supostos déficits em estatais, arrolando, erroneamente, a Dataprev como um exemplo desse tipo de empresa. Não bastasse o desconhecimento que o veículo demonstra, quando cita a Dataprev, fica clara a pressão que quer exercer para impor uma pauta privatista, contra o interesse da população e pró-dilapidação do patrimônio público e do pouco que resta de tentativa de se fazer justiça social no Brasil. A malfadada nota, que demonstra a posição ideológica conservadora do jornal, ataca ainda diretamente os trabalhadores da Dataprev e de outras empresas públicas, ao chamá-los de privilegiados e corporativistas por defenderem a manutenção de seus postos de trabalho e de anacrônicos aqueles que acreditam que uma empresa pública pode servir de modo eficiente ao interesse social.

Vivemos uma grave crise e o que o modelo defendido pelo jornal – e por alguns candidatos – pretende é fazer com as fatias menos favorecidas economicamente da população paguem o preço da crise sem mexer, por exemplo, com os bilhões de lucro dos banqueiros e rentistas, para o que aquela conhecida empresa jornalística, apoiadora histórica de golpes institucionais, fecha sempre seus olhos.

A diretoria da Aned se manterá vigilante na defesa dos trabalhadores da Dataprev, da própria empresa e de sua importância estratégica para o Estado e para a sociedade brasileira.

NOTA DE REPÚDIO

afbndes FacebookAs Associações e Representações dos Empregados da Dataprev, vêm demonstrar publicamente nosso repúdio contra as ações tomadas pelo atual governo e seus aliados políticos, apresentadas na reportagem veiculada no jornal O Globo, de 02 de julho de 2018, e demais veículos da mídia, tratando do loteamento de cargos na DATAPREV, uma empresa de tecnologia do Governo Federal que há 43 anos vem prestando um serviço de excelência a toda população brasileira, responsável pelo processamento da maior folha de pagamento da América Latina, as aposentadorias do INSS, como também outros produtos e serviços, tudo isso com muita com inovação e credibilidade, graças ao seu corpo funcional, que possui excelentes profissionais, concursados e com certificações reconhecidas internacionalmente.

Não é de hoje que o loteamento político dos cargos compromete a missão primordial da DATAPREV que é o fornecimento de Soluções de Tecnologia para a Execução e o Aprimoramento das Políticas Públicas Sociais do Brasil. Segundo a citada denúncia, o Deputado Federal André Moura (PSC) é o congressista que estaria fatiando a empresa entre seus aliados e congregados. Trata-se de uma velha estratégia de corrupção: preencher ou até mesmo criar cargos comissionados onde nem há necessidade, como parece ser o caso da unidade da Dataprev em Sergipe, aonde foram nomeados para importantes cargos, assessores de diretoria e presidência para prestação deste relevante serviço de forma remota. E o pior: essas indicações não atendem a qualquer requisito técnico, o que coloca em risco a qualidade do serviço que a Dataprev presta a população e toda a dedicação de décadas de seus trabalhadores para pôr a empresa no patamar que ela hoje ocupa.

Não compactuamos com esta prática que não condiz com a ética, a moralidade e o compromisso que guiam os ótimos serviços que a DATAPREV presta à sociedade. Exigimos deste governo o respeito e o fim do uso eleitoreiro desta empresa, priorizando o perfil técnico para seus quadros e não o fraterno familiar.

 

Assinam esta nota:

ANED – Associação Nacional dos Empregados da DATAPREV
FNI - Frente Nacional do Trabalhadores em Informática
Associação dos Empregados da Dataprev – PE
Associação dos Empregados da Dataprev – BA
Associação dos Empregados da Dataprev – AL
Associação do Pessoal da Dataprev – PB
Associação dos Empregados da Dataprev – SP
Associação dos Empregados da Dataprev – PI
SINDPDSC - Sindicatos dos Trabalhadores em Processamento de Dados de Santa Catarina
Organização por Local de Trabalho(OLT) – RJ AR
Organização por Local de Trabalho(OLT) – SC
Organização por Local de Trabalho(OLT) – RN
Organização por Local de Trabalho(OLT) – BA
Organização por Local de Trabalho(OLT) – SP
Organização por Local de Trabalho(OLT) – RS
Organização por Local de Trabalho(OLT) – PI
Organização por Local de Trabalho(OLT) – AL
Organização por Local de Trabalho(OLT) – PA

Oficio enviado ao Presidente da Dataprev sobre expediente durante a Copa 2018


Em virtude da postura arbitrária e intransigente da Dataprev, expressa em recente comunicado, em que resolveu estabelecer jornada parcial com compensação obrigatória das horas a todos os empregados, quando dos jogos do Brasil na Copa do Mundo, a diretoria da Aned enviou, ontem, ofício questionando a empresa sobre tal resolução.

Esperamos que haja sensibilidade e que os jogos do Brasil não sirvam para se impor prejuízos ao planejamento dos trabalhadores, dado que muitos prefeririam, não sendo o ponto efetivamente facultativo, inclusive trabalhar a jornada integral para não ter que efetuar posterior compensação.

Manteremos todos devidamente informados quanto à resposta da empresa.


 

 

Aned participa de reunião com representantes da Prevdata e da Previc

No dia 10 de maio de 2018, em Brasília, a diretora da Aned, Elizabeth Spingola, participou, juntamente com dois membros do Conselho Fiscal da Prevdata, Sérgio Condé e Mark Queiroz, eleitos pelos participantes e assistidos, e com a presença do assistente jurídico da Aned, Antônio Vieira, de reunião com membros da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc). A reunião teve a intenção, entre outras coisas, de debater o momento pelo qual a Prevdata passa, no que tange à real capacidade ética e profissional do indicado ao cargo de presidente da Prevdata. Além de registrar nosso agradecimento pelo trabalho da Previc, que buscou maiores insumos a fim de determinar a capacidade do profissional indicado pelo Conselho Deliberativo, deixamos claro que, a nosso ver, há insumos e notícias que devem ser observados, no mínimo, com cautela.

Na ocasião, foi comunicado pelos representantes da Previc que o processo de habilitação do pretendente ao cargo de presidente da Prevdata está sendo analisado e que no momento devemos aguardar. Houve elogios dos representantes da Previc quanto à postura das representações, como a Aned, que se movimentaram, inclusive com a realização de abaixo-assinado.

Por isso, Aned parabeniza a todos empregados da Dataprev, no empenho de realizar abaixo-assinado, a nível nacional, no intuito de reclamar a nomeação de alguém idôneo para a gestão do nosso fundo de previdência.

É consenso que a Prevdata virou uma página negativa de sua história, foi recuperada e está saudável. Por isso mesmo, vamos continuar fiscalizando e contribuindo no que for possível para que as coisas permaneçam melhorando. Afinal, trata-se do futuro de cada datapreviano, e este deve ser tratado com o maior dos cuidados.

NAS VÉSPERAS DO DIA DOS TRABALHADORES, O “PRESENTE” DA DATAPREV

NAS VÉSPERAS DO DIA DOS TRABALHADORES, O “PRESENTE” DA DATAPREV
*Corte inédito de benefícios históricos e negativa de abrir negociação mostram que só resta uma saída: à luta, dataprevianos!!!*

Na base da canetada, o presidente em exercício da Dataprev anunciou, na última sexta-feira (27/4), uma medida inédita: a suspensão, de modo unilateral, de diversos benefícios históricos, conquistados ao longo de dezenas de anos de luta dos trabalhadores dessa empresa.
Para completar, ofício da empresa negou à Fenadados não só realização de mesa de negociação já marcada para o dia 2 de maio, como declarou concluída a negociação – sem sequer ter começado.

 


Endereço: Rua Prof. Álvaro Rodrigues, 460, sala 303C, Botafogo, Rio de Janeiro

CEP: 22280-040

CNPJ: 29.255.585/0001-72

Telefone: (21) 3616-7034, (21) 3616-7634, (21) 3616-7017 e (21) 3616-7749

E-mail: aned.dataprev@gmail.com

© ANED, 2020. Todos os direitos reservados.
Gerenciado por
Logomarca da LEGRA.